terça-feira, março 06, 2007

TERRITÓRIO DE TODAS AS TRANSAÇÕES I

Estréia dia 16 de março (sexta-feira), às 21h, no Teatro Mòliere, na Aliança Francesa, o espetáculo Shopping and Fucking, com direção de Fernando Guerreiro. No elenco, Jussilene Santana (melhor atriz Braskem em 2005), Celso Jr., Edvard Passos, Rodrigo Frota e Emiliano d´Avila.
A peça estréia para convidados e imprensa no dia 15 (quinta-feira), também às 21h. A equipe ainda é composta por Euro Pires, cenografia, Fábio Espírito Santo, iluminação e a dupla de estilistas Soudam e Kavesky, na concepção do figurino. A produção do espetáculo é de Mário Dias. Shopping and Fucking prossegue até 17 de junho todas as sextas e sábados, às 21h, e domingo, às 20h. Os ingressos são R$ 24 e R$ 12 (meia) na sexta e sábado e R$ 20 e R$ 10 (meia), aos domingos.O texto do inglês Mark Ravenhill é um drama que acompanha o cotidiano de um triângulo amoroso e seu envolvimento com o mundo das drogas, do sexo pago e da violência. O espetáculo mostra a série de esquemas em que o grupo se envolve para continuar sobrevivendo numa grande cidade, desde o roubo até à venda de sexo por telefone, entre outras transações. Neste universo onde a fé na condição humana parece estar extinta nada escapa do consumo desenfreado. A questão que perpassa a encenação é: Tudo estará mesmo à venda? Daí que indiretamente se questione se qualquer coisa pode ser objeto de troca, de uma permuta comercial, até mesmo os laços pessoais e sexuais. Neste território onde todas as transas são possíveis, o consumismo substituiria nossos antigos códigos morais?

4 comentários:

Ana carla Araújo disse...

JU!!!!!!!!!!!!
Saudades, mulher!!!!!!!!!!!!!!
Quero muito te assistir!!!!
Tomara que seja um sucesso completo e estenda até dezembro. Hehehe. Porque só vou para a terrinha nas férias de final de ano!!!!!!!
MANDA MERDA PARA o elenco. Ai... não é assim que se diz? Sempre achei isso meipo estranho...

Claudio Oliveira Santana disse...

é maravilhoso que ainda possamos descutir cultura em nossa cidade. parab[éns ao elenco e a direção pela proposta e pelo debate. voltaerei aqui mais vezes.

Claudio Santana

Sineas disse...

Jussilene!
Fiquei impressionado só de ver o teaser da peça! Confesso que em meio a toda essa arte que se mistura com a realidade senti um desconforto - como se fosse passar mal. Isso porque não vejo algo tão chocante há tempo.
Espero não ter a mesma impressão quando eu for ao teatro.
Um abração e muito sucesso nessa e nas próximas montagens.

Duda Silva disse...

Jussi, adorei a matéria sobre teatro. Concordo com quase tudo dito e fiquei feliz de ver opiniões que eu também compartilhava impressas em jornal. Senti falta de uma certa "dura" nas produções que vemos, pois elas sempre estão se repetindo e sempre demoram 2, 3, 4 anos.... Em contrapartida, pouco espaço sobra para novos diretores, atores, autores... Não sei se é por medo por parte dos patrocinadores/produtores de investir em algo ou alguém sem que o mesmo tenha um capital simbólico ou se é por ninguém novo e bom surgir(será?), mas dificilmente vejo alguém adentrando no mercado de trabalho ou conseguindo esses editais... Enfim, resta esperar que novos editais surjam e que, talvez, sobre um pouco de espaço para novos rostos, novos textos, novas montagens...
Ah... Te acompanho, já disse que sou seu fã, e atualmente estou puto! Por que você parou de apresentar o programa da TVE? Espero muito que você tenha saido por vontade própria porque se foi por opção da direção ou de alguém da emissora, temo pela mesma, pois está nas mãos de alguém com tão pouca sanidade...